segunda-feira, 22 de agosto de 2016

3 corações

Amar demais,
Sorriso a mais,
A Paz.

Sofrer demais,
É dor a mais,
O fim da paz.

Cuidar demais,
Dormir não mais,
Deixar, jamais.

Amor que dói,
Mente corrói,
Eu quis assim,
Enfim.

Amor tão bom,
Que vive em mim,
3 corações,
Sem fim.

sábado, 21 de maio de 2016

Saudade

O tempo nos reapresenta a vida
Repetida tintim por tintim
E agora eu ja bem crescida 
Sinto você, bem perto de mim

Já faz tempo esperava por isso
Ter seu colo macio outra vez
Suas mãos diferentes me afagam
Mesmo abraço, mais forte talvez

Vai minha mãe, não se prenda à caixinha
Que eu fiz pra mais perto ficar
Me acostumo à casa vazia,
Saiu a alegria e foi passear.

Mas volta?

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Fosse o acaso...

O acaso veio e me sorriu com sua vinda
E hoje a leva num caminho que é só ver
Eu cá bem sei que a distância mesmo afasta
Mas vou tentar te acompanhar sem me abater

É que seu passo é tão ligeiro e tão risonho
Que eu não sei bem se tenho chances de alcançar
Mas vou colar meus olhos bem na sua trilha
E por tabela ver sua luz me iluminar

Porque você foi minha força ao acaso
Um grande encontro, delicado e cortês
Dentre os meus medos perco aquele mais tristonho
De estar sozinha, pois que tenho em mim, você

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Sobre sorrisos

Eu vou fazer de um tudo 
Pra conseguir prolongar
O tempo desse sorriso
Em que me perco ao achar 

E então aumentam as chances 
De eu conseguir superar
Esse meu medo terrível 
De conseguir me entornar

Se o teu sorriso esperar 
Minha sanidade morrer
Eu bem prometo ficar
Sem do futuro saber

Prometo não ter um plano
Viver sem ter de achar 
Explicação, teoria
Eu só vou deixar ressonar





segunda-feira, 22 de junho de 2015

Vida

Ela é Sol e não está sozinha
Pôde ver outra estrela nascer
Ilumina o caminho Vidinha,
Põe sua luz para o fruto crescer

Tenha em mim uma fonte de abraços
Tantos quantos você precisar
E me chame de mãe ou de filha
De irmã, cá na Terra ou no ar

Vida minha, Meu sol que irradia
Todo o bem que eu sempre quis ter
Me despeço já tendo lhe dito
Que não há o que ficou por dizer

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Mano velho

Seu silêncio já não me intimida
Pois é nele que nos encontramos
Sei cá dentro que é meu grande amigo
Desconfio que seja pra sempre

Veio ao mundo abrindo caminho
Pra que eu fosse a irmã bem mais nova
Amparou os meus passos, direito
Protegeu, mesmo longe, o meu peito

E os dias passaram ligeiros,
Como é bom ter você cá por perto
Me ensinou sobre o tempo e a ser simples
Quão bonito é você mano velho

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Nus - luz

Me pararam de tempos em tempos
Pareciam tão perto de mim
Mas agora na sala escura
Me debato e não estão aqui 

Já me deram as duras escolhas
De ser fraca e gostar de sorrir
Ou de ser o que querem de fato
Um ser velho, palito e nanquim

Duvidosa dessas intenções
Quase morro, sem mesmo partir
Eis que acendo uma vela pequena
Simples chama, me encontro enfim.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Espera

Ah meu amor, quanto tempo demorou
Ah meu amor, quanto tempo eu gastei sem saber
Se era a dona do seu coração, 
Se merecia a sua canção
Se seu silêncio era dúvida...

Ah eu não sei como encarar
Esse jeito encantador
De olhar e de sorrir, amor
E depois me evitar

Ah eu não sei o que vai ser
Quando o dia terminar
Ter de ver você partir, amor
E eu bem só, a esperar






segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Brisa

Bem quisera  meus dias aqui
Fossem feitos de mansos encontros
Desses leves que coram o rosto
E não chegam a causar alvoroço

Cada dia seria tranquilo
Feito o mar que refresca e balança
E as memórias gostosas e calmas
Me cobrindo dessa temperança

E encontros bonitos assim,
Duram mais, deles não me desfaço
Fazem rir, fazem bem sem pedir
Não são nós, eu os chamo de laços.




terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Carola

Os ventos hão de levar toda a dúvida e dor
E hão também de guiar o seu caminho no amor
Daqui feliz hei de ver o seu sorriso aflorar
Meu tão pequeno sorriso, tão divertido de olhar

E ligeirinhos os ventos hão de também carregar 
Meu coração bem contigo, tão perto pra lhe acalmar
E juntas vamos sorrir grandes sorrisos voilá
Juntas pra sempre, abraçadas, ouropretando a cantar.